Em nome do sertanejo: Por que cantores aceitam mudar nome em troca de sucesso?

Ser rebatizado no sertanejo é uma prática que vem desde quando Tonico e Tinoco eram João e José. Mirosmar virou Zezé di Camargo, Emival virou Leonardo... Mas há os que mudam de nome para ter vaga em "projetos" já existentes.

Veja duplas que já fizeram isso:

Thaeme & Thiago  /  Gino & Geno  /  Fernando & Sorocaba  /  Alan & Alison  /  Hugo Pena & Gabriel
Teodoro & Sampaio  /  Roberta & Santiago  / Althair & Alexandre

 

Entenda passo a passo:

  1. Uma dupla é criada. O nome passa a ser conhecido pelos fãs e por contratantes de shows.
  2. Após brigas ou outro motivo, a dupla se separa. Um dos cantores resolve manter o nome do duo.
  3. Um novo cantor é convidado para substituir integrante que saiu do "projeto". Ele troca de nome.
  4. O cantor tem que ser rebatizado para que o nome da dupla não mude. A nova dupla não perde o reconhecimento de antes da troca.

Uma Thaeme e dois quase Thiagos

É o caso de Thiago, da dupla Thaeme e Thiago. Thaeme e José Lazaro Servo cantaram juntos por dois anos e meio.

Então, Guilherme Bertoldo saiu do grupo Tradição, que revelou Michel Teló. Aceitou mudar de nome artístico e virou o novo Thiago em 2013.

O projeto Thaeme e Thiago é da FS produções artísticas, empresa de Fernando e Sorocaba.

Sorocaba (que se chama Fernando e não nasceu em Sorocaba) já cantou com quatro Fernandos, até encontrar seu parceiro ideal, Fernando Zorzanello. Com os outros três, o cantor paulistano sequer lançou discos oficiais.

De forma parecida, Alan já teve dois Alisons. Hugo já mudou de Gabriel uma vez, assim como Teodoro e seu Sampaio.

Hugo Pena & Gabriel, Teodoro & Sampaio, Roberta & Santiago e Alan & Alisson também aumentam a lista de duplas com integrantes que mudaram a assinatura em troca de um emprego.

Mas por que eles aceitam a troca?

A justitiva mais comum de quem aceita trocar de nome é que a música e a oportunidade na carreira são mais importantes do que o nome de batismo.

O pedido para que se mude de nome tem só uma justificativa: o nome da dupla é uma marca já estabelecida, que o fã já conhece. Não faz sentido (comercial) trocar o nome e começar do zero.